FSSC 22000 e a garantia da segurança dos alimentos

FSSC 22000 e a garantia da segurança dos alimentos

FSSC 22000 - Segurança de Alimentos

Para iniciar esse artigo e aproximar de algo mais comum no nosso vocabulário, a FSSC 2200 se baseia quase integralmente na ISO 22000. A sigla FSSC quer dizer Food Safety System Certification que, em tradução livre, quer dizer Certificação de Sistema de Segurança Alimentar. Isso significa que todos os padrões mínimos exigidos são pré-estabelecidos e regulamentados pelo Sistema de Gestão Alimentar e que o próprio sistema assegura ao consumidor a produção dos alimentos postos à venda.

A ISO 22000 faz parte da Organização Internacional da Normalização (ISO), cujo objetivo é implementar sistemas para monitorar outros sistemas de produção espalhados pelas diversas áreas da indústria. No caso da alimentação, a ISO responsável é a 22000, que promove e normatiza uma série de projetos para a melhoria na segurança de alimentos, passando por todos os desvios da cadeia alimentar.

Por meio das subdivisões da ISO 22000 são efetuadas diversas baterias de testes em que os especialistas realizam um controle dos riscos presentes nos estabelecimentos, citando os pontos críticos de cada ambiente em si.

 

FSSC 22000 e a certificação na segurança dos alimentos

A FSSC 22000 é voltada para certificação em segurança de alimentos. Além de integrar a ISO 22000, possui o apoio incondicional da Confederação das Indústrias Alimentares da União Europeia (CIAA) e também é aprovada pela Global Food Safety Initiative (GFSI). Isso quer dizer que essa é uma norma reconhecida internacionalmente.

Como base para o seu desenvolvimento, a FSSC 22000 olhou para uma série de fatores que a indústria alimentícia sentia falta no momento, como a gestão eficaz na segurança dos alimentos para consumo humano e para animais, por exemplo. Por falar em gestão eficaz, saiba que a FSSC também adota algumas normas padrão tanto para o transporte de alimentos quanto para o armazenamento.

A FSSC nada mais é que uma norma de certificação aplicada aos produtores da área alimentícia, como:

  • Derivados de origem animal que sejam perecíveis (carne embalada, aves, ovos, laticínios e produtos à base de peixe);
  • Produtos perecíveis de origem vegetal (frutas frescas embaladas e sucos frescos, frutas em conserva, legumes/verduras frescos embalados, legumes/verduras em conserva);
  • Produtos com vida útil longa em temperatura ambiente (produtos enlatados, biscoitos, salgadinhos, óleo, água mineral, bebidas, macarrão, farinha de trigo, açúcar, sal);
  • Ingredientes alimentares, exceto suportes técnicos e tecnológicos (aditivos, vitaminas e fermentos);
  • Embalagens para alimentos (sacos plásticos, filmes, cartonados).

Uma regulamentação mais eficaz na prática das normas exigidas pela FSSC 22000 combina algumas normas de Gestão de Segurança do alimento da ISO 22000. Os Programas de Pré-Requisitos (PPR) e os Programas de Pré-Requisitos Operacionais (PPRO), juntamente do Ponto Crítico de Controle (PCC), também fazem parte destas combinações.

 

Mas o que são PPR, PPRO e PCC?

Cada um deles tem uma participação importante no cumprimento e na definição da implementação das normas necessárias. O Programa de Pré-Requisitos (PPR) estipula quais são as condições e requisitos mínimos e todo processo a ser feito para manter um ambiente higiênico, de acordo com as exigências para um cumprimento eficaz em toda a cadeia produtiva de alimentos. O Programa de Pré-requisitos Operacional (PPRO) é um PPR para controle dos perigos à segurança de alimentos nos produtos ou no ambiente de processo. Já o PCC é um Ponto Crítico de Controle, etapa essencial para prevenir, eliminar ou reduzir um perigo relacionado à segurança do alimento.

 

Quais as vantagens da FSSC 22000?

Por se tratar de uma normatização que visa a qualidade e a segurança de alimentos, a FSSC 22000 auxilia a empresa a fazer a gestão em toda a cadeia produtiva, possibilitando que realize e aprimore cada etapa desse processo. É um certificado fundamental para inspirar segurança e confiabilidade ao consumidor, já que prevê requisitos atendidos internacionalmente.

 

Como conseguir a FSSC 22000?

Contatando um órgão certificador, além de estar em dia com os requisitos estabelecidos pela própria norma. O certificado de atendimento à norma FSSC 22000 é emitido por empresas terceirizadas que ofereçam esse serviço às organizações do setor de alimentos. Para saber sobre exigências e indicações, é possível acessar o site da FSSC 22000.

Para verificar se a empresa cumpre as normas estabelecidas pela FSSC 22000 é realizada uma inspeção por meio de auditoria interna. Nesse momento são avaliados processos e áreas relacionados com a segurança do produto. Os auditores devem estar preparados para realizar as auditorias com treino e qualificação. Para isso, há uma série de órgãos responsáveis por fornecer a capacitação necessária na formação de auditores.

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Ficou interessado ou está com alguma dúvida?

BRASMO

preencha seus dados abaixo