Certificação ATEX: conheça a importância na proteção contra explosão

Certificação ATEX

A certificação ATEX refere-se a segurança em locais com risco de explosão. Por isso, uma série de diretrizes indicam a sua importância em atmosferas explosivas.

Essas diretrizes oferecem respaldo para proteger os ambientes contra diferentes fontes de inflamação e explosão.

Mas você sabe o que é a Certificação ATEX? E quais são os benefícios que ela pode trazer às empresas? Para responder às perguntas, preparamos este artigo. Confira!

 

Certificação ATEX: o que é?

Certificação ATEX: o que é?

A ATEX é uma certificação responsável por garantir maior segurança em locais potencialmente explosivos, como aqueles com: gases, vapores, neblina, concentração de pó e poeira.

Tal certificação é essencial para a segurança, pois todo equipamento com impacto ou atrito, mecânico ou elétrico, pode soltar alguma faísca ocasionalmente. Mas, se o ambiente apresentar uma atmosfera explosiva, a consequência pode ser trágica! 

Assim, a certificação representa maior segurança para sua empresa, seus funcionários e também para as pessoas ao redor.

 

Origem do Certificado ATEX

A Certificação ATEX teve sua origem a partir de duas diretivas elaboradas pela Comissão de Empresas e Indústrias da União Europeia, na primeira metade da década de 1990. 

A primeira dessas diretivas (94/9/EC) regulamentou a produção de equipamentos com  capacidade de operar com segurança em ambientes com risco de explosão. 

Já a segunda diretiva (99/92/EC), teve a função de estabelecer parâmetros mínimos para o funcionamento de tais equipamentos, a fim de garantir a segurança e a saúde de quem os maneja.

Importante destacar que a sigla “ATEX” deriva da expressão “atmosfera explosiva”, empregada diversas vezes no texto da 94/9/EC. Inclusive no seu título original em francês: Appareils destinés à être utilisés en Atmosphères Explosives (“Aparelhos para uso em atmosferas explosivas”).

 

Por que obter a certificação?

Os padrões de segurança ATEX devem ser implementados em diversos setores, especialmente aqueles que dependem do manuseio e armazenamento de materiais explosivos e inflamáveis

De acordo com as condições ambientais do local, o ambiente confinado pode desencadear explosões, afetando diretamente a segurança dos funcionários e dos transeuntes.

Para evitar isso, seguir todos os protocolos da certificação ATEX, para equipamentos e locais de trabalho, é essencial para diminuir os riscos de acidentes.

Além disso, para que empresas brasileiras realizem negócios com países europeus, esse tipo de certificação torna-se um pré-requisito de suma importância.

 

Como identificar e utilizar equipamentos certificados?

É bastante simples identificar um equipamento habilitado para funcionar em ambientes com risco de explosão. Geralmente ele é marcado com um sinal amarelo em formato hexagonal e com a inscrição “Ex” em seu interior.

Contudo, a certificação ATEX também classifica os ambientes em diferentes tipos de zonas, que variam de acordo com a frequência e o intervalo de tempo em que a atmosfera explosiva pode estar presente.

Assim, quanto a classificação das zonas, a ATEX destaca que ambientes com concentração de gases, vapores e neblina obedecem aos seguintes padrões:

  • Zona 0: a atmosfera explosiva é permanente, verificada por longos períodos ou com frequência;
  • Zona 1: a atmosfera explosiva verificada ocorre ocasionalmente em situações corriqueiras de operação;
  • Zona 2: a atmosfera explosiva possui pequena probabilidade de ocorrência em situações corriqueiras de operação; caso presente, ela tem curto período de duração.

Já quando o pó ou a poeira são elementos presentes na atmosfera com potencial de explosão, a classificação das zonas segue a seguinte numeração:

  • Zona 20: a atmosfera explosiva é permanente e verificada por longos períodos ou com frequência;
  • Zona 21: a atmosfera explosiva é verificada ocasionalmente, em situações corriqueiras de operação;
  • Zona 22: a atmosfera explosiva possui pequena probabilidade de ocorrência em situações corriqueiras de operação; caso presente, tem curto período de duração.

 

Produtos Brasmo com Certificação ATEX

No segmento industrial e comercial, a segurança operacional evita ocorrências de explosão em atmosferas propensas. Por isso, exige o uso de produtos e utensílios com certificação ATEX.

Assim, para reduzir o risco de explosão em atmosferas explosivas, a Brasmo possui soluções com certificação ATEX, garantindo:

  • Durabilidade;
  • Segurança;
  • Credibilidade.

Entre as soluções para uso em atmosferas explosivas, destacam-se os produtos:

  • ESD (Antiestáticos);
  • Sistema de limpeza em altura SpaceVac;
  • Aspiradores industriais RGS.

Os produtos ESD antiestáticos são essenciais para promover a limpeza industrial em locais de atmosfera explosiva, principalmente por neutralizar a transferência de energia estática entre corpos, reduzindo riscos de explosão. Clique e conheça a solução!

O SpaceVac, por sua vez, é uma tecnologia versátil, flexível e funcional para a limpeza em altura dos ambientes. É também seguro, com todo o sistema equipado com acessórios com certificação ATEX e antiestático. Saiba mais!

Por fim, os aspiradores industriais RGS representam o que há de mais eficiente e moderno para a limpeza e aspiração de poeiras ou líquidos dentro de processos industriais. Acesse e confira! 

Com a certificação ATEX, estes aspiradores levam grande eficiência à limpeza industrial, sem negligenciar o padrão de segurança da operação.

Portanto, se a sua empresa quer manter a segurança de colaboradores e de toda a comunidade, vale a pena conhecer! 

 

Continue acompanhando o Blog da Brasmo e saiba tudo sobre equipamentos para proteção e higiene industrial.

Compartilhar
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Assine a Newsletter

Ao informar seus dados, você aceita receber comunicações.

7 dicas para aprimorar BPFs e evitar a contaminação cruzada

Na indústria alimentícia, a contaminação cruzada é uma das principais causas de doenças transmitidas pelos alimentos. Para evitar esse tipo de problema, existem as Boas

ESD: conheça as normas e certificações para descargas eletrostáticas

A descarga eletrostática (ESD) é uma ocorrência em que uma carga elétrica se acumula em uma superfície e é descarregada em outro material. Portanto, ela

Higiene industrial na área de produção: quais cuidados são necessários?

Cuidar da saúde e do bem-estar dos colaboradores de uma indústria é uma tarefa fundamental para o bom desempenho do negócio. Para isso, é necessário

Categorias

Ficou interessado ou está com alguma dúvida?