ESD: Normas para descargas eletrostáticas

ESD-Normas-para-descargas-eletrostaticas

Para maior segurança no ambiente de trabalho, as empresas devem seguir algumas normas que também garantem o melhor desempenho dos seus funcionários.

E hoje falaremos mais sobre as normas para descargas eletrostáticas.

Vamos lá!

 

Descargas eletrostáticas

Há diversas situações de perigo nas quais as descargas eletrostáticas podem agir. Independentemente do setor, é muito importante seguir algumas normas técnicas que facilitam e evitam que estas descargas ocorram.

Muitas pessoas pensam que estas descargas ocorrem apenas no segmento eletrônico, mas na verdade, elas vão muito além.

Se você deseja que o seu produto tenha a confiabilidade e a qualidade suficiente para oferecer aos seus clientes, é importante saber que descargas eletrostáticas podem comprometer a excelência do seu produto. Além de perder clientes, você estará perdendo o produto também. Portanto, tenha sempre em mente a aplicabilidade das normas para cargas eletrostáticas.

 

O que é energia estática?

Para quem não sabe, a energia estática nada mais é que a carga elétrica de um corpo, o qual os átomos apresentam um desequilíbrio na neutralidade. Assim, quando uma pessoa com muita energia estática acumulada toca em outra, com cargas elétricas diferentes, ocorre o descarregamento dessa energia, originando pequenos choques.

Quando a pessoa tem contato frequente com máquinas e componentes eletrônicos, ela fica exposta ao campo magnético da eletricidade, tendo assim um alto acúmulo de energia estática. Esta energia estática é produzida até mesmo por um simples atrito dos pés com o chão. Esse fato, aliado à baixa umidade do ar e ao tipo de material do piso, pode fazer com que haja um alto acúmulo de energia estática no corpo. Assim, quando uma pessoa com muita energia estática acumulada toca em outra, com cargas elétricas diferentes, ocorre o descarregamento dessa energia e os choques.

Por este motivo, funcionários e profissionais que trabalham com equipamentos com algum tipo de eletrônica, preocupam-se tanto em eliminar as cargas armazenadas sobre seus corpos. Uma das principais maneiras de descarregar a energia estática do corpo é a utilização de Equipamentos ESD, que irão resolver este problema.

 

ANSI/ESD S20.20

Com o intuito de auxiliar as corporações no fácil entendimento dos riscos e danos da carga eletrostática, foi elaborada a norma ANSI/ESD S20.20. Além de facilitar todo esse processo, ela ajuda no projeto a ser concebido dentro da empresa, bem como no seu desenvolvimento e na sua implementação.

Vale lembrar que cada empresa tem um projeto e um plano específico para controlar as descargas. Manter o projeto na sua empresa é tão importante quanto implementá-lo, tenha sempre isso em mente.

As empresas multinacionais, que seguem modelos utilizados pelo exterior, podem abranger tanto a ANSI/ESD S20.20 quanto a norma IEC61340-5-1.

Os benefícios da sua implementação nas empresas vão muito além da legalidade e da segurança – mesmo estas sendo duas categorias de suma importância para a confiabilidade da empresa. A implementação, se estiver de acordo com a norma, protege todos os equipamentos que são suscetíveis aos danos de descarga – sejam eles eletrônicos ou não.

 

Se a sua empresa lida diretamente com produtos que contenham peças eletrônicas, esta norma deve ser implementada o quanto antes.

 

Vamos elucidar sobre quais peças estamos falando:

  • Peças não protegidas suscetíveis a descargas elétricas;
  • Microprocessadores;
  • Semicondutores discretos;
  • Resistores de película fina ou grossa;
  • Dispositivos híbridos;
  • Placas de circuitos impressos;
  • Cristais piezoelétricos.

 

Estar de acordo com esta norma fará com que a sua empresa traga uma maior confiabilidade ao seu produto ou serviço. Oferecer mais segurança para você e para os seus funcionários, a longo prazo, só trará mais lucros à sua empresa. 

 

Maiores vantagens de implementar a norma ANSI/ESD S20.20:

 

  • Melhora na satisfação dos seus clientes;
  • Maior segurança para seu colaborador e seu produto;
  • Melhora no relacionamento com os seus clientes e funcionários;
  • Maior confiabilidade à sua empresa e ao seu produto.

 

Assumir um compromisso com a qualidade e a segurança de um produto é o maior desafio da sua empresa. Por isso, ter os requisitos cumpridos de acordo com a norma para cargas eletrostáticas só comprovará as melhores intenções que a sua empresa tem no mercado.

display-ORÇAMENTO-EPI

Compartilhar
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Assine a Newsletter

Ao informar seus dados, você aceita receber comunicações.

7 dicas para aprimorar BPFs e evitar a contaminação cruzada

Na indústria alimentícia, a contaminação cruzada é uma das principais causas de doenças transmitidas pelos alimentos. Para evitar esse tipo de problema, existem as Boas

ESD: conheça as normas e certificações para descargas eletrostáticas

A descarga eletrostática (ESD) é uma ocorrência em que uma carga elétrica se acumula em uma superfície e é descarregada em outro material. Portanto, ela

Higiene industrial na área de produção: quais cuidados são necessários?

Cuidar da saúde e do bem-estar dos colaboradores de uma indústria é uma tarefa fundamental para o bom desempenho do negócio. Para isso, é necessário

Categorias

Ficou interessado ou está com alguma dúvida?