Higiene industrial na área de produção: quais cuidados são necessários?

Higiene industrial na produção

Cuidar da saúde e do bem-estar dos colaboradores de uma indústria é uma tarefa fundamental para o bom desempenho do negócio. Para isso, é necessário seguir todas as normas de higiene industrial.

Tal conceito envolve a identificação, avaliação e controle dos riscos em ambientes de trabalho, além da aplicação de princípios científicos e técnicos para prevenir doenças ocupacionais e acidentes relacionados ao trabalho.

Promover a higiene industrial na área de produção também contribui com a melhoria das condições de trabalho, aumentando a produtividade e a qualidade de vida dos trabalhadores. Portanto, conheça como aplicar! 

O que é higiene industrial e qual o objetivo?

A higiene industrial é uma ciência cujo primeiro objetivo é reconhecer, dentro do ambiente de trabalho, quais agentes oferecem risco aos colaboradores. 

Uma vez reconhecidos, a higiene industrial também tem a função de avaliar o nível dos riscos, bem como estipular ações e demais medidas que devem ser tomadas para controlar, amenizar e neutralizar os agentes de risco.

Assim, a prática contribui para a prevenção de doenças ocupacionais, acidentes e lesões. Essa necessidade advém do fato de uma produção higienizada ser indispensável para o sucesso da indústria. 

Além de contribuir com a qualidade dos produtos, as agências de vigilância sanitária são rigorosas com os critérios de higiene. 

Principais riscos que comprometem a higiene de uma indústria

Principais riscos à higiene industrial

Uma das grandes responsabilidades da higiene industrial é identificar os perigos aos quais os colaboradores estão expostos no local de trabalho. 

Para isso, vale conferir algumas classificações que definem os riscos possíveis de serem encontrados no ambiente de produção de uma indústria. Veja a seguir quais são:

Riscos físicos

Ocorrem quando o trabalhador pode ser prejudicado por conta de fatores físicos, como:

  • Ruídos;
  • Vibrações;
  • Pressões excessivas;
  • Temperaturas altas ou baixas;
  • Radiações;
  • Umidade.

Riscos químicos

São aqueles riscos em que o colaborador pode ser contaminado por:

  • Gases;
  • Vapores;
  • Fumos;
  • Névoas;
  • Neblinas;
  • Demais substâncias puras ou compostas e que podem entrar em contato com o organismo (via cutânea, respiratória, etc)

Riscos biológicos

Presentes em algumas indústrias do ramo de saúde e de alimentos, os riscos biológicos consistem em:

  • Bactérias;
  • Fungos;
  • Parasitas;
  • Vírus;
  • Protozoários.

Que, por falta de controle e higiene, podem entrar em contato com o trabalhador, infectando-o.

Recomendações para alcançar maior higiene industrial

Para controle das ações de higiene industrial, diferentes instituições definem quais pontos uma indústria deve seguir para aumentar a segurança e higiene sanitária nas áreas de produção. 

A instituição mais comum é a Anvisa, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), entre outros órgãos. 

Segundo estes órgãos, toda fábrica deve observar determinados aspectos nos âmbitos da infraestrutura e da higiene. 

Veja abaixo, quais desses aspectos considerar em um ambiente de produção.

Infraestrutura da fábrica

É importante observar se o local não é cercado de fontes de contaminação, como fumaça ou roedores. 

Os pisos devem ser antiderrapantes, laváveis e impermeáveis. O mesmo cuidado se estende para as paredes, que devem ser claras e laváveis. 

Também é importante se atentar à ventilação e à iluminação do local. Um ambiente com ar seco, limpo e filtrado é importante para combater o desenvolvimento de microrganismos nos alimentos. 

Bons hábitos de higiene pessoal

Além dos cuidados com a infraestrutura da fábrica, é preciso que os colaboradores sigam hábitos de higiene pessoal, como:

  • Lavar as mãos;
  • Usar vestimentas limpas e exclusivas para cada ambiente da indústria
  • Prender os cabelos;
  • Retirar anéis, brincos e correntes durante o trabalho. 

Bons hábitos de higiene na fábrica

Tão importante quanto implementar as práticas de higiene é conferir se os colaboradores aplicam os procedimentos de higiene industrial na rotina da fábrica. 

Para isso, forneça treinamentos com orientações de como implementar a higiene industrial para abordar as práticas mencionadas. 

Itens de higiene à disposição

Você deve conhecer muito bem a operação da indústria para definir quais são os produtos e equipamentos necessários para promover a higiene industrial.

Ter conhecimento do que utilizar para determinada situação é uma forma de facilitar e otimizar a execução dos procedimentos de higienização.

Vale destacar que algumas indústrias necessitam produtos e procedimentos bem específicos para higienização segura das dependências, caso da indústria de alimentos e farmacêutica

Por fim, o uso adequado dos EPIs também é fundamental para garantir a segurança dos colaboradores e a higiene do ambiente da indústria.

Aproveite para conhecer a linha de produtos de Higiene Industrial da Brasmo. Clique aqui e conheça nossas soluções.

Clique e acesse o catálogo de higiene industrial!

Compartilhar
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Assine a Newsletter

Ao informar seus dados, você aceita receber comunicações.

Fornecedor de EPIs descartáveis: por que escolher a Brasmo?

As revendas de equipamentos de proteção individual têm grande importância na garantia da segurança no ambiente de trabalho em diferentes segmentos. Diante disso, é essencial

Como descartar resíduos industriais decorrentes de processos de limpeza?

Dentro do ambiente fabril, a limpeza industrial é medida essencial para as instalações, os equipamentos e a segurança das pessoas. Mas, após esse processo, o

Limpeza em altura na indústria: desafios e soluções

Em uma indústria, a conservação das áreas externas e internas, assim como a limpeza de tubulações aéreas e telhados, são sempre necessárias. No entanto, por

Categorias

Ficou interessado ou está com alguma dúvida?